Arquivo Morto

Último Podcast (21 Out 2017)

Clica para ouvir

Entrevista com Grog

Grog

Entrevista com Galo Cant'às Duas

Galo Cant'às Duas

Entrevista com =Mocho=

Mocho

Entrevista com Stone Dead

Stone Dead

Emissão em Direto (Sádado 12-15)

Clica para ouvir

OS ANOS 80 VISTOS PELO JORNAL EXPRESSO

1985

Correm ventos de mudança na «aldeia global». Uma canção, We are the world, e uma palavra, «perestroika», assumem dimensão planetária. A CEE, promete-se, vai mudar Portugal. O país já deu muitas voltas e agora dá mais uma, pela Figueira da Foz, com Cavaco Silva ao volante do seu Citroën, rumo ao congresso do PSD. Sai dirigindo o partido. Espantosas são as obras do arquitecto Tomás Taveira, baptizadas de «taveiradas», e a mesquita de Lisboa. Já temos Multibanco e código de barras, mas há quem não esteja para modernices, como os católicos liderados por Krus Abecasis, contra o Je Vous Salue Marie (Jean-Luc Godard). Maior consenso têm Amadeus, Regresso ao Futuro, O Exterminador Implacável, Rambo, Silverado e Le Soulier de Satin (Manoel de Oliveira). Ouve-se The Boss (Springsteen), Dire Straits (Brothers in arms e Money for nothing) e Simple Minds (Alive and kicking). Desculpem qualquer coisinha (Paulo de Carvalho), pois vamos às Dunas (GNR). Um golo milagroso de Carlos Manuel à Alemanha apura a selecção para o Mundial. No xadrez, Kasparov é campeão, contra Karpov.

1986

Mário Soares não escapa à paulada na Marinha Grande e Freitas do Amaral, de sobretudo verde, faz campanha à americana. O país divide-se: «Soares é fixe» ou «Prà Frente Portugal». Na Rádio Comercial, Herman José realiza Rebeubéu, pardais ao ninho e Eunice Muñoz é Mãe Coragem, no Teatro Nacional. Na música, há Amália (Estranha forma de vida), os GNR (Efectivamente), Fausto (O despertar dos alquimistas), Madonna (Papa don't preach), Everything But The Girl (Don't leave me behind) e os Pretenders (Don't get me wrong). No cinema há África Minha, Nove Semanas e Meia, Era uma Vez na América, Top Gun (Ases Indomáveis) e A Missão. Eduardo Mendonza escreve A Cidade dos Prodígios, John Le Carré O Espião Perfeito e Franco Nogueira Um Político Confessa-se. Morrem Alexandre O'Neil e o Presidente moçambicano Samora Machel. No futebol, Maradona dá à Argentina o título no Mundial. Marca com a mão o golo dos quartos-de-final com a Inglaterra - «foi a mão de Deus», explica, e a Argentina está vingada. Há outros jogos memoráveis: Sporting-Benfica 7-1; Benfica-Sporting 5-0

1987

Fazer depósitos a prazo é ser «bota de elástico». Jogar com acções na Bolsa, seja em OPA ou em OPV, é o que rende. Quem tudo quer, tudo perde, mas ninguém quer saber. Cavaco Silva é primeiro-ministro absoluto e Mário Soares vê subir a popularidade nas «presidências abertas». Em Viana do Castelo, é julgado um dirigente dos GAL e suspeita-se do envolvimento dos serviços portugueses de informações militares. Os hipermercados estão a alterar os hábitos de consumo em Lisboa e Porto. Os hábitos sexuais também mudam e o preservativo está em voga. A Ciência avança: anuncia-se o AZT, medicamento para retardar a sida, e já são possíveis as «barrigas de aluguer». O país diverte-se com o pestanejar da Viúva Porcina (Regina Duarte) e o chocalhar das pulseiras de Sinhôzinho Malta (Lima Duarte) em Roque Santeiro. As «rádios piratas» nascem como cogumelos. Passam os êxitos do momento: Xutos & Pontapés (Circo de Feras), Madonna (Who's that girl?), Michael Jackson (Bad) e Suzanne Vega (Luka). No cinema há Platoon, O Último Imperador e O Navio. Tom Wolfe escreve A Fogueira das Vaidades

1988

A História inverteu o seu curso: «A guerra fria acabou» (Margaret Thatcher) e Gorbatchov anuncia o desarmamento e faz reformas na URSS. Tem o mundo a seus pés. Só as notícias do massacre dos curdos, um povo sem nação, estragam o optimismo. Portugal vive alguns escândalos: negócios pouco claros na TDM e três comandos mortos na instrução. Pode ler-se tudo nos novos títulos da Imprensa (O Independente, Primeira Página, O Europeu, Sábado e O Século. Os esteróides anabolizantes é que tramam Ben Johnson, em Seul, que vê anulado o recorde nos 100 metros. Sem «doping», Steffi Graf é campeã no ténis. Joga-se o Trivial Pursuit, e no cinema há Atracção Fatal, A Última Tentação de Cristo, A Lei do Desejo e Quem Tramou Roger Rabbit. Música é com os Vaya con Dios (Puerto Rico), GNR (Vídeo Maria) e Xutos & Pontapés (A minha casinha, recuperada). Alf aterra na TV e no futebol a Holanda (de Gullit, Van Basten e Rijkaard) vence o Europeu. Karl Popper escreve Em Busca de Um Mundo Melhor, Stephen Hawking Breve História do Tempo e Eduardo Lourenço Nós e a Europa.

1989

Um objecto construído pelo Homem, a Voyager II, ultrapassa Neptuno. Na Terra, um vendaval varre o Leste. Há eleições na Namíbia e Paris comemora 200 anos de Revolução, à grande e à francesa. Cavaco Silva diz que não lê jornais, mas vai à RTP ler uma mensagem, por causa dos boatos que surgem com a cassete de Taveira, reproduzidas na revista espanhola «Interviú». Marcelo Rebelo de Sousa mergulha no Tejo, mas é nas eleições de Lisboa que vai ao fundo. A festa do Pontal é um «must» político, com Cavaco a denunciar «um acordo secreto» PS-PCP. Dias Loureiro jura que nunca disse «Pai, sou ministro!», mas toda a gente pensa que sim. Noutros palcos, Rita Ribeiro faz What Happenned to Madalena Iglésias? Um cartaz, com um bebé branco a mamar ao colo de uma negra, mostra as cores unidas da Benetton. Dança-se a Lambada e no cinema vemos Os Acusados, Mulheres à Beira de um Ataque de Nervos, Batman e Ligações Perigosas. García Márquez edita O General no Seu Labirinto e Torrente Ballester Crónica do Rei Pasmado. Em BD, há As Falanges da Ordem Negra de Enki-Bilal.

Share

Parcerias

 
A Trompa NAAM  

Parcerias Software Livre Audio

 
Rivendell - Radio Automation Mixxx - Free DJ Mixing Software Paravel Systems Tryphon